Investidores de Wall Street estão otimistas quanto ao Bitcoin: US$1 milhão é possivel

Os investidores institucionais de Wall Street que já se arriscaram no mercado das criptomoedas estão otimistas com o que o futuro reserva para os criptoativos, pelo menos essa é a “opinião do almoço” realizado recentemente pelo estrategista Tom Lee, co-fundador da Wall Street Fundstrat Global Advisors.

Durante o evento, conforme relatado pelo artifo da CCN, agência de notícias internacional, Lee conduziu uma pesquisa informal com os investidores e os resultados formam otimistas, sendo que 82% dos presentes acreditam que a queda no preço do Bitcoin este ano foi a “ultima” vez que o preço chegou a este patamar.

Enquanto isso, 53% acreditam que o preço fechará o ano entre US$10 e  US$20 mil, para 41% o preço ficará entre US$20 e US$30 mil e somente para 6% o preço será maior que US$30 mil. Entretanto, 40% dos entrevistados acreditam que as previsões de John McAfee vão se concretizar e que o preço do Bitcoin chegará, até o final de 2020, a US$1 milhão.

“NÃO APOSTAMOS NADA NISSO, MAS ACHO QUE US$1 MILHÃO É POSSÍVEL”, DISSE LEE NO TWITTER.

Os investidores também previram, por uma ampla margem, que o Goldman Sachs será o primeiro grande banco a oferecer operações de criptomoedas para clientes institucionais, o que parece cada vez mais provável, já que a empresa recentemente contratou um executivo para desenvolver sua estratégia no mercado de ativos digitais.

Translate »